domingo, 10 de novembro de 2013

Ano Novo 2014 no Nordeste - Maceió, São Miguel dos Milagres

Alagoas tem um dos litorais mais lindos do Brasil e está cada vez mais procurado. Veja a programação de Réveillon 2014 de Alagoas, que além de oferecer atrações na capital Maceió, tem também programação em São Miguel dos Milagres, o pequeno canto que tem algumas das praias mais maravilhosas do Brasil

Alagoas Réveillon 2014 é lançado oficialmente

fonte

No final do ano, Estado vai contar com megaeventos em Maceió, São Miguel dos Milagres e Barra de São Miguel, além de outras festas de médio porte

Na virada do ano, Alagoas será um destino de grandes eventos. Do Litoral Norte ao Sul, passando por Maceió, as programações prometem aquecer o fluxo de turistas. Trata-se do produto turístico “Alagoas Réveillon 2014”, que amplia para todo o estado a divulgação das comemorações de final de ano. O lançamento oficial aconteceu nesta quarta-feira (9), numa parceria entre a secretaria de Estado do Turismo (SETUR); o poder público Municipal; o trade turístico e a iniciativa privada, durante coletiva de imprensa, no Hotel Ritz Lagoa da Anta.

O alagoano e o turista terão muitas opções para escolher onde vão comemorar a chegada de 2014. Serão megaeventos em São Miguel dos Milagres, em Maceió e na Barra de São Miguel, além de outros eventos de médio porte, que vão compor o Réveillon, fortalecendo o Estado, já consolidado como destino das festas de fim de ano do Brasil. Diversas atrações nacionais já estão agendadas, como Anita, Dorgival Dantas, Jota Quest, Asa de Águia, Alceu Valença, Ivete Sangalo, entre outras.

A secretária de Estado do Turismo, Danielle Novis, iniciou a apresentação do “Alagoas Réveillon 2014” enfatizando que o melhor Réveillon vai acontecer aqui. A gestora destacou que a iniciativa das festas é dos empresários, mas o poder público oferece a estrutura para que o destino seja profissional e ofereça bons serviços.

“No final do ano, o número de visitantes aumenta consideravelmente. E nossa intenção é contribuir para que o turista volte. Os Réveillons particulares promovem e elevam a competitividade no cenário nacional. Se Maceió é o destino que mais cresce, isto é fruto de um trabalho compartilhado”, concluiu.

Segundo a secretária Municipal de Promoção do Turismo de Maceió, Cláudia Pessoa, o apoio do poder público diz respeito à estrutura e divulgação. “A iniciativa privada tem mostrado sua força, a hotelaria tem se qualificado e poder público tem capacitado a mão-de-obra. Tudo isto representa o bem querer pelo destino”, explicou.

Segundo a superintendente do Maceió Convention (MC&VB), Tariana Carvalho, a iniciativa de unir empresários e setor público é um diferencial que agrega valor ao destino Alagoas. “A divulgação dos grandes eventos, aliada aos atrativos turísticos, belezas naturais e infraestrutura estimulam ainda mais o crescimento do turismo não só para as festas de réveillon, mas durante todo o ano. Esse é o papel das entidades ligadas ao setor e também do empresariado ligado direta ou indiretamente a ele”, destaca.

Para a diretora executiva da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, ABIH-AL, Tereza Bandeira, a expectativa para a temporada de verão é de 100% de ocupação, mesmo com o aumento do número de leitos em todo o estado, que somam quase 18 mil em Maceió e 30 mil em Alagoas. “O turismo movimenta toda a economia, além dos hotéis. Muitos turistas se hospedam em casas ou apartamentos alugados”, afirma.

Já para o empresário Maurício Vasconcelos, que promove a 3ª edição do Réveillon Tamo Junto, no município de São Miguel dos Milagres, o evento vai oferecer uma estrutura completa ao turista, durante todos os dias, desde o sol, a praia e a gastronomia.

Neto Feitosa, organizador do Réveillon Celebration,  já em sua 10ª edição, diz que trará uma série de novidades para cinco dias de evento. “Cada ano que passa procuramos diferenciar. Desta vez, teremos um spa de beleza e esperamos muito sucesso”, disse.

A novidade deste ano é o Réveillon Seletto, que acontecerá na Barra de São Miguel. Segundo o idealizador do evento, Eduardo Salles, a festa esta sendo preparada para 2 mil pessoas, focando o público local que deseja comemorar a chegada do novo ano em família. “Alagoas tem espaço para mais festas, pois está se firmando como destino de grande Réveillon”, garantiu.

O empresário Mateus Vilela, que já prepara a 5ª edição do Absoluto, externou que está muito feliz em ver Alagoas se consolidando no cenário nacional. “O turista se sente bem servido desde a sua chegada no aeroporto”. O empresário também falou de festas menores que vão acontecer na praia do Gunga e no Praero, ressaltando que o turista merece conhecer estes destinos.

"Alagoas Réveillon 2014" é resultado da parceria entre a secretaria de Estado do Turismo (SETUR), secretaria Municipal de Promoção do Turismo de Maceió (SEMPTUR), Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-AL), Maceió Convention & Visitors Bureau (MC&VB) e o empresariado local.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Estudar turismo: Universidade Federal de Sergipe inicia mestrado voltado para o Turismo

A Universidade Federal de Sergipe (UFS) realizou a Aula Magna o curso de Mestrado em Desenvolvimento Regional e Gestão em Empreendimentos Locais do curso de Economia. O mestrado conta com o apoio do Governo do Estado de Sergipe, através da Secretaria de Estado de Turismo e da Empresa Sergipana de Turismo, tendo como objetivo capacitar servidores da Setur, Emsetur e das prefeituras municipais na área de desenvolvimento regional, voltado para o turismo no estado de Sergipe.

 A aula magna foi ministrada pela Dra. Lízia de Figueredo, professora Associada do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG e PhD em Economia pela University of Nottingham  e contou coma presença do secretário de Estado do Turismo, Elber Batalha, a representante do reitor da UFS, a pró-reitora de extensão a Profª Drª Maria da Conceição Almeida Vasconcelos, a  Profª Drª  Fernanda Esperidião representando o departamento de economia e pós-graduação da UFS e os alunos do mestrado.

 Elber Batalha, durante a abertura da Aula Magna, agradeceu a UFS e ao departamento de economia por ter apostado e abraçado a ideia da Setur em inserir os servidores neste projeto. Segundo o secretário, o projeto faz parte do Programa de Capacitação Profissional do Governo de Sergipe, em parceria com o Ministério do Turismo, trade turístico e Sebrae e UFS. “Essa ideia, que surgiu do nosso secretário-adjunto José Roberto Lima, tem a proposta de realizar ações voltadas para o aspecto social e cultural aliado ao turismo. Este mestrado  será com certeza uma ação positiva para a universidade e para o Governo do Estado, onde os profissionais do turismo poderão desempenhar melhor sua função. Com isso queremos tornar o turismo de Sergipe mais profissional mudando paradigmas neste setor”.

O secretário de Turismo ainda destacou a importância da parceria entre o governo e a universidade. “Este convênio só foi possível através do desprendimento da UFS que abriu os braços para receber estes alunos que com certeza vão fazer deste espaço um local de transformação, qualificação e de capacitação do serviço público do estado”, espera.

A representante do reitor da UFS, a pró-reitora de extensão a Profª Drª Maria da Conceição Almeida Vasconcelos, lembrou a satisfação que o corpo docente da universidade ficou por conta da iniciativa da Setur. “Vale ressaltar que não é todo gestor público que pensa na capacitação daqueles que fazem parte da cadeia da política pública e, por conta disso, só temos de dar os parabéns pela iniciativa que vai atender o turismo do estado. Sergipe tem um potencial fantástico no turismo e crescendo muito nos últimos anos nessa área. Nada mais justo que este crescimento seja fundamentado no processo de qualificação de qualidade”, afirma a professora.



Para o servidor da Emsetur e mestrando do curso, Emerson Olliviera, a oportunidade irá proporcionar uma melhor qualificação e capacitação que vai beneficiar o trabalho que já desenvolve na empresa. “O turismo é hoje um setor capaz de gerar empregos, contribuir para a valorização do patrimônio das localidades e possibilitar o desenvolvimento das pessoas e de suas comunidades, além de preservar o meio ambiente e promover a sustentabilidade econômica. Fazendo este mestrado sei que teremos a oportunidade de expandir os nossos conhecimentos já que temos como  focos principais, a qualificação de alto nível de recursos humanos e a produção de conhecimento na área de economia e de turismo. Isso, com certeza, vai ajudar bastante na melhoria dos serviços no setor no estado, incentivar a pesquisa e o aprofundamento de estudos relacionados ao campo do turismo”, acredita.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Viaja Mais Terceira Idade - Ecoturismo e pacotes em ofertas

Idosos, aposentados e pensionistas demonstram interesse por destinos que incluem cenários de natureza.
fonte

Dicas de viagens baratas

Os cenários naturais do país estão atraindo idosos, aposentados e pensionistas para os pacotes de ecoturismo do Viaja Mais Melhor Idade. Entre os mais acessados estão Trancoso e Itacaré (BA), Chapada dos Guimarães (MS), Bonito (MS) e Maragogi (AL). Há pacotes que incluem passagem aérea, refeições e hospedagens. Outros oferecem apenas passeios avulsos.

O ecoturismo é o segmento turístico que mais cresce no mundo (entre 15 e 25% ao ano), de acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT). O ecoturismo corresponde à motivação de cerca de 10% dos turistas, com faturamento anual de US$ 260 bilhões no mundo.

De acordo com o IBGE, o Brasil tem 23,5 milhões de pessoas acima de 60 anos, o que corresponde a 12,1% da população brasileira. Nesta primeira fase do programa, o site oferece ofertas de operadoras de turismo e agências de viagem. Em uma segunda etapa, haverá pacotes oferecidos diretamente por clubes de férias, meios de hospedagem (hotéis, pousadas, albergues) e empresas de cruzeiros marítimos.

"É um público crescente com disposição para viajar e conhecer o país, que pode ajudar ainda mais a estimular o turismo doméstico", diz o secretário nacional de Políticas de Turismo, Vinicius Lummertz.

Os destinos variam de acordo com a vocação da cidade escolhida. Há cruzeiros (Grand Amazon) pelos rios da maior floresta tropical do país que incluem safári fotográfico, um passeio de contemplação de botos e visita a um povoado indígena, com desconto de 20% para o público da terceira idade.

De acordo com a Associação Brasileira das Agências de Viagens (Abav), a população com mais de 60 anos deve movimentar R$ 1,62 bilhão no mercado de turismo este ano, 8% a mais que em 2012.

Por meio de parceria com os bancos do Brasil e Caixa Econômica Federal, as empresas têm a opção de parcelar as ofertas ao público em até 48 vezes com juros reduzidos. Para participar do programa, as agências de viagens ou as operadoras de turismo precisam estar inscritas regularmente no Cadastur, vinculadas a uma entidade parceira do MTur (atualmente o Programa possui parceria com ABAV e BRAZTOA) e oferecer benefícios ou vantagens exclusivas para o público da terceira idade.

O Viaja Mais Melhor Idade já promoveu a venda de 599 mil pacotes de viagem desde que foi lançado (setembro de 2007 a dezembro de 2010). Os destinos mais procurados na primeira edição foram Natal (RN), Fortaleza (CE), Lins (SP), Caldas Novas (GO) e Serra Gaúcha (RS).

Nas primeiras três semanas de estreia (entre 04/09 a 26/09), o Viaja Mais ofereceu 230 pacotes para 66 destinos. O site foi acessado por mais de 153 mil internautas e tem mais de oito mil acessos diários. Na edição anterior da campanha (2010) eram 40 destinos e 61 mil visitas de internautas no mesmo período.

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Turismo em São Luis, capital do Maranhão

São Luís, capital do Maranhão, é o primeiro destino do nosso roteiro de viagem pelo Nordeste: Mochilão na Rota das Emoções.

Conheça mais sobre as atrações turísticas e históricas de São Luis.

Fonte: Ministério do Turismo

Particularidades não faltam à capital do Maranhão. São Luís é a única cidade do país fundada por franceses e berço de ícones da cultura popular brasileira, como o Bumba-meu-boi e o Tambor de Crioula. São Luís também detém a maior coleção de azulejos portugueses da América Latina. Neste domingo (8), dia em que completa 401 anos de fundação, todo esse patrimônio está em festa.

Devido a um imponente Centro Histórico, que reúne quase três mil casarões coloniais construídos sob calçadas de pedra, São Luís ganhou o título de Patrimônio Mundial da Humanidade, em 1997. No entanto, basta atravessar a Ponte José Sarney para conhecer um lado diferente da capital: moderno, que se expande verticalmente, com grandes prédios e avenidas. São Luís é uma cidade que cresce sem esquecer de seu passado.

Ao longo desses 401 anos de história, alguns projetos mudaram o dia-a-dia de São Luís. A Avenida Litorânea, construída em 1994, transformou uma orla de quase 6 Km em um dos pontos turísticos mais visitados da cidade, com dezenas de bares e restaurantes. Na Praia de São Marcos predominam dunas e áreas de preservação ambiental. Outra estrutura que alterou o cenário dos ludovicenses, como são chamados os nativos de São Luis,  foi o Parque Ecológico da Lagoa de Jansen, que em 1988 urbanizou uma grande área de lazer e diversão noturna.

Por estar próxima da linha do equador, São Luís é uma cidade de muito sol o ano inteiro. As principais praias, de um litoral de quase 32 km, são Ponta D´Areia, São Marcos, Calhau e Olho D´Água.

PROGRAMAÇÃO

“Parabéns São Luís. Orgulho de todos nós” é o tema da grande festa em comemoração aos 401 anos de fundação da cidade. A programação conta com mais de 30 atividades culturais e religiosas que percorrem diversos bairros da cidade desde o dia 4 deste mês. No calendário estão contempladas exposições, oficinas, maratonas, passeios ciclísticos e muito mais.